quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Recomeço

Regresso hoje ao convívio dos amigos e visitantes deste cantinho blogosférico confiando na benevolência de todos e esperando continuar a merecer a vossa estima, após tamanha ausência da escrita (não da leitura) aqui e nos vossos jardins.

O regresso é sempre um recomeço. Como se alguma coisa tivesse ficado inacabada e a ela voltássemos no regresso de uma viagem que empreendêramos no silêncio do tempo que nos transporta além da vontade, arrastados por circunstâncias que nos habitam os dias em que nos fazemos, alentados na consciência da inevitabilidade da viagem e na crença do regresso. E recomeçamos. É o fado.

15 comentários:

Elenáro disse...

Um excelente recomeço então, jad!

Marcantonio disse...

Que bom. Um feliz retorno!

Um abraço.

Andrea de Godoy Neto disse...

Jad, querido, bom regresso!
Fiquei muito feliz com tua visita, já estava mesmo sentindo tua falta. Há alguns dias passei por aqui e fiquei pensando por onde andarias...

Bem conheço viagens no silêncio, a ausencia em nós mesmos e, felizmente, o regresso. A cada regresso vindos das profundezas de nós mesmos, renascemos melhores.

beijos

tacci disse...

Bem vindo, man!
Um novo ano muito produtivo!

jad disse...

Obrigado, Elenáro.

Vou já fazer-te uma visita.

Abraço

jad disse...

Obrigado, Marcantónio.

Também espero que seja bom o retorno.

Abraço

jad disse...

Boa tarde, Andrea. Obrigado.

Ao silêncio donde nascemos é bom regressarmos de quando em vez para nos encontrarmos. Vimos melhores.

Outras vezes circunstâncias há que nos impelem a um retiro donde saímos no tempo oportuno.

É bom regressar.

Abraço

jad disse...

Obrigado, Tacci.

Abraço

JB disse...

Ainda bem que regressaste, jad! Também passei por aqui para te dizer o mesmo:)
Obrigada pelo carinho e apoio deixado no meu cantinho.
Fico contente com o teu regresso, o lado positivo de uma viajem, sem dúvida :)!

Beijinho

JB disse...

"viagem" ups

Miguel Loureiro disse...

Jad
Voltaste logo no dia dos medicamentos mais caros/baratos, mas espero que a única doença tenha sido a preguiça.
Toda a malta faz falta.
Abraço

jad disse...

Obrigado, JB.

É sempre bom regressar aos sítios a que achamos que pertencemos, não é?

Abraço

jad disse...

Obrigado, Miguel.

Que bom saber-te por cá!

Abraço

Ana Paula Pacheco disse...

Olá!
Parabéns pelo blog!
Grande abraço!

jad disse...

Boa noite, Ana Paula Pacheco.

Grato pela sua visita e, claro, pelo apreço por este cantinho onde vou deixando alguns passos do meu caminhar.

Espero merecer suas visitas e as pegadas que cá quiser deixar. Obrigado.

Abraço